Banner
HMC realiza a primeira captação de córneas

O Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), é o primeiro hospital da região Leste de Minas Gerais a realizar captação de córneas. O HMC foi credenciado pelo Ministério da Saúde para realizar a retirada de tecido ocular humano e a liberação permite que a unidade faça a captação de córneas por meio do procedimento de enucleação (cirurgia para remoção dos globos oculares). A primeira captação foi realizada na noite do último dia 10 e foi encaminhada para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

No último ano, o órgão mais transplantado em todo o Estado foram as córneas. De acordo com o MG transplantes, em 2018, foram realizados 1.197 transplantes de córnea em Minas Gerais. E o órgão está em segundo lugar no ranking da lista de espera por doação, atrás apenas do rim. O processo de captação de córneas ampliará as atividades desenvolvidas pela Comissão Intra Hospitalar de Captação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do HMC. Para a realização do trabalho, o hospital aumentou a equipe da CIHDOTT,com mais uma médica oftalmologista,que responderá tecnicamente pelo processo de enucleação. A equipe de captação é formada por um médico, um psicólogo, duas enfermeiras e quatro técnicos de enfermagem. Os atendimentos da equipe acontecerão em escala de plantão 24 horas por dia, sete dias por semana. Os responsáveis legais pelo paciente foram abordados pelos membros da comissão, que realizaram o acolhimento familiar e ofertaram a possibilidade da doação das córneas.

Para a realização do trabalho, o hospital aumentou a equipe da CIHDOTT, com mais uma médica oftalmologista, que responderá tecnicamente pelo processo de enucleação. A equipe de captação é formada por um médico, um psicólogo, duas enfermeiras e quatro técnicos de enfermagem. Os atendimentos da equipe acontecerão em escala de plantão 24 horas por dia, sete dias por semana.

Cada captação pode atender até dois pacientes que aguardam na fila e pode ser realizada até seis horas após o óbito. Depois de captada, a córnea pode ficar armazenada por até 14 dias.

Para que a doação seja realizada é necessário que um familiar do paciente autorize. “O procedimento de captação acontece de forma segura, rápida e não causa deformidade no corpo do paciente doador. Tudo é realizado no Hospital Márcio Cunha, com o devido o cuidado para que ocorra tudo bem com as técnicas cirúrgicas”, afirma Andreia Lima Lopes Barbosa, oftalmologista e responsável técnica pela captação no HMC.

 
Semana Nacional de Trânsito tem como foco ciclistas e pedestres

Intenção da campanha é sensibilizar a sociedade e valorizar a vida daqueles que estão mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas

A Semana Nacional de Trânsito acontece no Brasil de 18 a 25 de setembro. A iniciativa, coordenada pela Secretaria Nacional de Transportes Terrestres (SNTT) e pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), tem como objetivo conscientizar motoristas, ciclistas e pedestres para ações que transformem o trânsito em um ambiente seguro.

Prevista no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), a semana é celebrada com ações integradas entre a sociedade e o poder público. O tema de 2019, “No trânsito, dê sentido à vida”, segue as diretrizes da Organização das Nações Unidas (ONU) para redução de 50% dos índices de mortalidade no trânsito nos países membros.

A Semana Nacional do Trânsito também faz parte da estratégia educativa do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), determinada pela Resolução nº 771/2019, que vai durar até 2020.

O secretário de transportes terrestres, general Jamil Megid, explicou que, este ano, o foco das campanhas de trânsito serão os mais vulneráveis no trânsito: pedestres, ciclistas e motociclistas.

“Precisamos reduzir as estatísticas de mortes e acidentes, e não há outro caminho senão o da educação. E essa transformação é um trabalho de toda a sociedade. É um trabalho que passa por cada um de nós”, disse Megid.

A tentativa de sensibilizar os brasileiros é indispensável. Em 2016, quando foi realizado o último levantamento do Sistema de Informações sobre Mortalidade do Ministério da Saúde, o país registrou 37.345 mortes no trânsito. O número equivale a aproximadamente 102 vidas perdidas por dia.

Para o diretor do Denatran, Jerry Dias, a Semana Nacional de Trânsito é um momento de reflexão a respeito da necessidade de ações concretas que promovam a redução das mortes e lesões no trânsito. De acordo com Dias, dados do seguro DPVAT revelaram que, de 2008 a 2017, cerca de 500 mil pessoas perderam a vida no trânsito brasileiro e outras 3 milhões ficaram com algum tipo de invalidez permanente.

Com o mote “no trânsito, dê sentido à vida”, as mensagens da campanha da Semana Nacional do Trânsito visam promover essa reflexão na sociedade para gerar uma mudança de postura. As frases ilustram a atenção e os cuidados que pedestres, ciclistas e motoristas devem ter na preservação da vida e no respeito às regras de trânsito.

 
Setor de telecomunicações foi o que mais recebeu reclamações em agosto

Em todo o país, reclamações de consumidores do setor representam 38%, segundo site Consumidor.gov

O setor de telecomunicações foi o que mais recebeu reclamações em todo o Brasil, no mês de agosto. É o que dizem os números divulgados pela plataforma Consumidor.gov, que é monitorada pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon).

Cerca de 38% de todas as reclamações do site são de clientes de empresas do setor de telefonia, internet e TV por assinatura. Em seguida aparecem os bancos, financeiras e administradoras de cartão, com 25%, e comércio eletrônico, com 7%.

Os dados dizem respeito apenas às queixas feitas na plataforma e não incluem reclamações no Procon. Entre os principais problemas apontados estão a cobrança indevida, oferta ou venda enganosa - onde o serviço não foi fornecido - mal funcionamento e alteração de plano sem aviso prévio.

O advogado Igor Britto, do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), explica que a quantidade de reclamações no setor de telecomunicações é reflexo do elevado número de clientes dessas companhias. “São vários fatores que fazem essas empresas serem tradicionalmente as mais reclamadas. O primeiro deles, com certeza, é a quantidade de consumidores que cada uma dessas empresas possui”, destaca.

Consumidor.gov

O portal Consumidor.gov é um serviço público lançado em junho de 2014 que permite a interlocução direta entre consumidores e empresas, para solução de conflitos de consumo pela internet. O monitoramento é feito pelo Ministério da Justiça através da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), Procons, Defensorias e Ministérios Públicos.

Atualmente, a plataforma possui 1,5 milhão de usuários cadastrados, 568 empresas participantes e 2 milhões de reclamações finalizadas.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 7 de 82

Publicidade

ot visao.jpg