Banner
Região do Caladinho espera melhorias na Tancredo Neves

Quando foi anunciada, no início de janeiro, a municipalização no perímetro urbano da BR-381 em Coronel Fabriciano, a população da região do Caladinho recebeu promessas de melhorias no trânsito. A primeira medida anunciada foi a instalação de semáforos no cruzamento da avenida situado perto da Escola Municipal Raimunda Coura de Barcelos. A previsão era que até o início do período letivo eles estivessem instalados. Mas a burocracia do processo licitatório atrasa o início das obras. Enquanto as modificações não começam o local fica ainda mais perigoso, com a desativação do radar do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), em função da municipalização.

Questionado sobre a demora no início das obras, o Secretário de Obras e Meio Ambiente de Fabriciano, Galba Gomes, alegou que aguarda a conclusão do processo licitatório. “A licitação já foi feita. Aguardamos a publicação do edital. Faremos imediatamente uma intervenção próxima aos bairros Pedreira e Caladinho de Cima. Assim que o processo de licitação for concluído a empresa escolhida realizará a obra. No serviço público as coisas não acontecem no mesmo ritmo da iniciativa privada. Temos que obedecer uma série de procedimentos”, explicou o secretário.

O secretário prometeu iniciar as obras neste mês, o que ainda não aconteceu. “O término deve acontecer em 60 dias. Então, nossa previsão é finalizá-la no mais tardar no início de maio. As coisas não estão paradas”, afirmou o secretário. Ainda de acordo com Galba Gomes, outra importante intervenção no trecho será uma abertura próxima a garagem da Univale para permitir acesso mais rápido para o Unileste. “Faremos uma abertura no canteiro central e com um conjunto de semáforos teremos um cruzamento nas mediações ao posto de combustíveis do trecho”, informou.

 
Indefinição política continua

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) remarcou para esta terça-feira-9, a sequência do julgamento dos recursos da cassação de Sebastião Quintão (PMDB) e seu vice, Altair Vilar (PSB). A sessão aconteceria quinta-feira-4, mas foi adiada pelo presidente do TSE ministro Ayres Britto. O motivo foi o prolongamento do julgamento do Supremo Tribunal Federal (STF), que negou o Habeas Corpus do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda. No dia 23, dois ministros votaram pelo provimento e dois pelo desprovimento do recurso. O ministro Félix Fischer pediu vista e será o primeiro a se pronunciar sobre o caso na retomada do julgamento. Falta o voto do ministro Fernando Gonçalves. Em caso de novo empate, vota o ministro Ayres Brito, presidente do TSE para desempatar.

 
Aécio garante que MG-760 será pavimentada

 

Governador diz que tem recebido constante apelo de lideranças para a pavimentação da principal via que liga o Vale do Aço à Zona da Mata

O governador de Minas, Aécio Neves, acompanhado do vice-governador, Antônio Augusto Anastasia, esteve no Vale do Aço nesta sexta-feira, 26, para inaugurar obras de melhoria de infra-estrutura do Parque Estadual do Rio Doce, em Marliéria. O encontro foi prestigiado por inúmeros deputados, prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, empresários e ambientalistas de todo País.

O governador foi cobrado durante o encontro por lideranças políticas e empresários da região sobre a pavimentação da rodovia estadual MG-760, sonho antigo da população do Vale do Aço e Zona da Mata.

O secretário de Estado do Meio Ambiente, José Carlos Carvalho, informou sobre o andamento do processo de licenciamento ambiental do projeto executivo da obra de pavimentação da MG-760. “Estamos aguardando a entrega da documentação por parte do Departamento de Estradas e Rodagens (DER) para darmos início à análise dos projetos do ponto de vista ambiental, o que deve acontecer nos próximos 60 dias”, observou Carvalho, acrescentando que o governador já pediu agilidade na análise e no acompanhamento deste processo, pois é prioridade.

Aécio Neves reforçou a importância da pavimentação da MG-760 no sentido de ampliar o desenvolvimento econômico e social das duas regiões, Vale do Aço e Zona da Mata. Aécio também sinalizou que os recursos para as obras estão sendo garantidos através do Programa Links Faltantes e lembrou das incessantes cobranças que vem recebendo para a pavimentação desta rodovia. “Tenho recebido cobranças para a liberação dos recursos necessários para a contratação dos projetos e conseqüentemente da obra. Sempre disse que não posso prometer o que não vamos cumprir. Mas atendendo aos apelos, autorizei os estudos técnicos ambientais e só depois de terminado poderemos iniciar as obras. O professor Anastasia sabe desse assunto e irá dar continuidade ao projeto”, confirmou o governador.

Vôo em que estavam Alexandre Silveira e Anastasia sofre pane

O helicóptero em que estavam o deputado federal Alexandre Silveira e o vice- governador Augusto Anastásia sofreu uma pane ao aterrissar no Parque Estadual do Rio Doce para o evento de lançamento de obras da unidade de conservação. Alexandre Silveira falou sobre o susto: “Quando estávamos descendo na pista para participar do evento, a aeronave já estava pousando, eu e o professor Anastasia tiramos o fone de ouvido e ouvimos um barulho forte. Houve uma quebra do eixo do rotor, gerando um susto muito grande, apesar de já estarmos próximos ao solo”, conta. Entretanto, a pane não atrapalhou o andamento do evento.

 

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 32

Publicidade

ortop car n s.jpg