Banner
HMC tem nova superintendente

O Hospital Márcio Cunha (HMC), administrado pela Fundação São Francisco Xavier (FSFX), empossou a nova superintendente da unidade: a médica Thatiane Olivier Ticom. A mudança faz parte da reestruturação organizacional da Instituição.

Thatiane graduou-se em medicina em 2004, pelo Centro Universitário Serra dos Órgãos e, desde 2012, atua no Hospital Márcio Cunha. Ela tem formação em Cardiologia, Arritmologia e Eletrofisiologia, é especialista em Terapia Intensiva pela Associação de Medicina Intensiva Brasileira (AMIB). A médica tem MBA em gestão de saúde com ênfase em auditoria e em gestão empresarial e já atuou como gerente de assistência e gerente das unidades de cuidados especiais do HMC. Atualmente, ela também acumulava as atividades do Centro de Expertise da FSFX.

Para Thatiane, estar a frente de um grande hospital é uma oportunidade enriquecedora. “É uma honra e uma grande responsabilidade assumir a administração do Hospital Márcio Cunha. Vamos iniciar uma nova gestão e elevar ainda mais o hospital a altos níveis de excelência”, afirmou.

 

A nova superintendente, Thatiane Olivier Ticom, recebeu o comando da Instituição das mãos do diretor executivo, Luís Márcio Araújo Ramos.

 
Capa

 
Unimed Vale do Aço orienta sobre medidas preventivas contra a gripe

A gripe é uma doença contagiosa, transmitida por um vírus capaz de sofrer mutações. Nesta época do ano, em função das quedas de temperatura, cresce o número de pessoas com a patologia e os cuidados devem ser redobrados. Voltada para a prevenção da Influenza, a Unimed Vale do Aço realizou palestras para trazer orientações aos seus colaboradores do Núcleo de Especialidades e Diagnóstico (NED) Ipatinga, Sede administrativa, Hospital Metropolitano Unimed (HMU), e pacientes. As orientações foram passadas pela enfermeira do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, Weslanda Marques Ulhôa.

Dentre as instruções, a profissional da saúde destacou a importância da higienização das mãos. “Em quase tudo o que fazemos, utilizamos as mãos. Seja para abrir portas, pegar objetos como caneta, copo, cumprimentar pessoas. Em razão disso, as mãos são grandes disseminadoras de várias doenças e é fundamental que tenhamos o hábito de higienizá-las com água e sabão, quando visivelmente sujas, ou aplicando álcool quando não há sujidade visível”, explicou.

Orientações sobre como proceder ao espirrar e tossir também foram faladas. “Tosses e espirros são bastante comuns e é necessário dar a devida atenção a esses atos, que podem provocar a disseminação de germes no ambiente. A etiqueta de tosse é uma recomendação que contribui para diminuir os riscos de transmissão de doenças respiratórias e bastam 2 gestos de proteção bem simples: tape o nariz e a boca ao tossir, espirre com lenço de papel descartável ou cubra com o braço, nunca com as mãos. Higienize as mãos com água e sabão ou com álcool SEMPRE que assoar o nariz, tossir ou espirrar”, destacou Weslanda Marques.

A enfermeira também falou sobre os telefones e a necessidade de limpá-los “Hoje estamos com os celulares a todo momento. Levamos os aparelhos para o ambiente de trabalho, supermercados, ônibus, festas e até mesmo ao banheiro. Poucas pessoas se lembram de limpá-los e ao deixarmos de fazê-lo, eles se tornam um grande propagador de doenças. Higienizar as estações de trabalho, como bancada, teclados, mouse, grampeador e canetas com álcool 70% também é uma ação preventiva”, esclareceu.

“Quando a gente se protege, cuidamos também do nosso ambiente de trabalho e do nosso lar, uma vez que quebramos a cadeia de transmissão. Essas atitudes, além de serem saudáveis, também demonstram nossa preocupação com os demais que estão ao nosso redor”, concluiu Weslanda Marques.

Vacinação

No último dia 10, unidades da rede pública de saúde de todo o país iniciaram a campanha de vacinação contra a gripe. Gestantes, crianças de até seis anos e idosos acima de 60 anos estão entre os grupos prioritários para a imunização.

Na Unimed Vale do Aço, o Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT) iniciou a campanha de vacinação, dando prioridade aos profissionais da área da assistência do HMU, por se tratar de local onde há atendimento de pacientes com quadros graves de infecções respiratórias. Em seguida, será ofertada aos funcionários dos demais núcleos da cooperativa. “A vacina não imuniza para todos os tipos de gripe, mas protege contra os mais comuns e os vírus da gripe circulantes no último ano”, explicou Weslanda Marques.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 10 de 61

Publicidade

ot visao.jpg