Banner

Parabólica

Eleições

Tem apoiador de campanha que está com a família em várias frentes de candidaturas. Um casal por exemplo está em duas. O marido muito conhecido nos meios políticos pela sua capacidade de puxa-saco e baba-ovo, é igual a andorinha, não sabe onde posa, ou melhor voa de acordo com seus interesses pessoais, defendo o seu emprego de “aspone”; está apoiando o candidato que o seu ex-chefe por quem ele nutri o maior amor está apoiando. Já a sua mulher está do outro lado carregando no peito a estrela vermelha. Pois é, política assim mesmo! Cada um olha o seu lado e o povinho, óh!!!

 

Chapa quente

Quando dissemos aqui na coluna na semana passada que a chapa ia esquentar essa semana, ela já tá fervendo. Pedidos de impugnação de candidaturas estão na mesa da juíza; até o fechamento da edição não havia resultado dos pedidos de impugnação. A briga pelo poder está cada vez mais acirrada nos tribunais. Enquanto isso o eleitor continua fazendo papel de bobo nas ruas, papel de otário. Espera-se que a Justiça Eleitoral seja “dura lex e sede lex” com aqueles que estão em dívida com a justiça. Estão brincando com coisa séria!

 

Gatinho no Ipatingão

O Tigre vem passando por uma transformação biológica e mutável. De fera felina para gato de armazém, gato de madame. Dentro de seus domínios o time do Ipatinga se porta como um gatinho fresco, mansinho, de sofá de madame. Em certos jogos ele tem o comportamento de gato de armazém, fica dormindo em cima do saco, ou seja em campo. Como o time está na intermediária precisando de mais 28 pontos em 12 jogos para assegurar a permanência na Série B, quem sabe nos próximos jogos em casa, o gatinho volta a viver os seus dias de Tigrão?

 

Gesto para a torcida

Foi de muita infantilidade o gesto obsceno que o jogador Francismar do Ipatinga fez para a torcida, apontando o dedo médio em sinal de protesto pela vaia que ele ouviu pelo fraco futebol que ele apresentou em campo. Pegou mal para quem chegou e foi recebido com carinho e aplaudido em sua estréia. Ô luta, hein? Diria o nosso Francismar do Show Riso, pessoa da melhor qualidade, ótimo profissional do teatro, artista de primeira grandeza.